Câncer de bexiga

O que é?

Tumor maligno que acomete a parede interna da bexiga. O principal fator de risco é o tabagismo.
Associa-se risco ocupacional a partir de contato com tintas, e insumos agrícolas como venenos e
fertilizantes.

Geralmente indolor, manifesta-se por um sangramento na urina, sem dor, em pacientes mais
idosos (60-80 anos).

Como se faz o diagnóstico?

A ultrassonografia pode mostrar uma lesão sólida na bexiga. Indica-se então a visualização por
endoscopia desta lesão e remoção também por técnica endoscópica, com retirada dos
fragmentos e envio para exame anátomo-patológico.

Qual o tratamento?

O tratamento vai depender do grau de agressividade do tumor, do quanto invadiu a parede da
bexiga e da idade e condições clínicas do paciente. Pode-se realizar apenas a retirada
endoscópica de todo o tumor, que pode ser repetida quando necessário, ou ainda pode-se retirar
completamente a bexiga, substituindo-a por um pedaço de intestino.

Resp. Téc.: Dr. Edison Schneider | Urologista - CRM/SP 90777 - RQE - 58213

Nosso material tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Desenvolvido por