Laparoscopia e Robótica

As cirurgias laparoscópicas se popularizaram nas três últimas décadas, e tem se tornado técnica de escolha para diversos tratamentos, principalmente pelos melhores resultados estéticos, menor dor no pós-operatório e alta hospitalar mais precoce.

As principais cirurgias laparoscópicas são as de retirada parcial ou total do rim (nefrectomia radical, total, parcial ou heminefrectomia em crianças), da glândula adrenal, de linfonodos retroperitoneais, prostatectomia radical,e as cirurgias reconstrutivas como pieloplastia (por estenose de JUP, em adultos e crianças) e uretero-uretero anastomoses.

A grande novidade do momento é a cirurgia robótica , que ganhou a mídia com a chegada dos primeiros robôs “Da Vinci” em São Paulo. Nos EUA mais de 95% das prostatectomias radicais realizadas já utilizam a técnica com robô. O principal fator limitante é o preço, considerando-se ainda que no Brasil os convênios não cobrem todos os custos. Considerando os resultados da cirurgia, os dados publicados mostram um resultado ainda melhor que a cirurgia aberta, nos quesitos ereção e continência.

Resp. Téc.: Dr. Edison Schneider | Urologista - CRM/SP 90777 - RQE - 71712

Nosso material tem caráter meramente informativo e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Em caso de dúvidas, consulte o seu médico.

Desenvolvido por